Você está aqui

Água, Tecnologia e Desenvolvimento: o Caso do Programa Água Doce no Semiárido Paraibano

Artigo escrito por Andrea Carla de Azevêdo, Cidoval Morais de Sousa, Rebeca Casemiro, Robert Motta para a edição especial “V Simpósio de Tecnologia e Sociedade” da Revista Tecnologia e Sociedade do Programa de Pós-Graduação em Tecnologia da UTFPR, sobre políticas públicas, desenvolvimento regional, produção tecnocientífica e Programa Água Doce.

O objetivo desta investigação foi analisar as políticas públicas de enfrentamento da escassez hídrica no Nordeste no contexto da retomada dos debates sobre o desenvolvimento regional/local. A pesquisa concentrou-se, de modo específico, no Programa Água Doce e seus impactos em comunidades paraibanas. Tomou-se como parâmetro de análise, dentre outras questões, a natureza, o processo de elaboração das políticas e a participação dos diferentes atores nelas envolvidos; os resultados de sua implantação; e a avaliação de tais políticas, considerando, fortemente, o viés das comunidades beneficiadas. Trata-se de um estudo de natureza qualitativa, com a utilização de diferentes procedimentos complementares: visitas de aproximação, observação, entrevistas abertas, conversas informais, consulta a documentos. Como resultado, observaram-se fragilidades técnicas, participação incipiente das comunidades e o alcance social se mostra pequeno diante da problemática da escassez de água para o consumo humano na região do Semiárido paraibano.

 

Clique aqui para ter acesso ao artigo em .pdf