Você está aqui

Ambiente & Sociedade:Chamada de artigos

Ambiente & Sociedade:Chamada de artigos para o número 17, volume 4, dedicado aos “Desastres Naturais e Socioambientais” 

A Ambiente & Sociedade é uma publicação quadrimestral da ANPPAS- Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ambiente e Sociedade, que contribui na área de conhecimento produzida pela interface entre as questões do Ambiente e Sociedade, com foco interdisciplinar. O volume 17, número 4 a ser publicado no ultimo trimestre de 2014 abordará a temática dos Desastres Naturais e Socioambientais. 

O tufão Haiyan, que afetou recentemente as Filipinas, explicita a incrível força da natureza e a diminuta capacidade local de enfrentar e dar respostas rápidas a situações como essa. O que se observa é a tendência crescente à ocorrência de desastres naturais, não apenas como forças externas e eventos inevitáveis, mas eventos que suscitam a discussão de temas associados à prevenção e gestão de risco.
A literatura especializada na análise e gestão de riscos naturais apresenta um deslocamento para o enfoque da vulnerabilidade. Previamente a esta perspectiva de análise predominava uma visão tecnocrática, que considerava os desastres naturais como eventos físicos extremos, produzidos pela natureza imprevisível e incontrolável, externos ao controle social. Tais eventos demandavam soluções tecnológicas e de gestão de especialistas. Atualmente,verifica-se uma tendência a reconhecer que a vulnerabilidade socialexerce uma função importante na produção do risco e que as soluções exclusivamente tecnológicas são insuficientes, ineficazes e, muitas vezes, contraproducentes.

A perspectiva que considera a vulnerabilidade na análise dos riscos ambientais tem como premissa que (i) os desastres são fenômenos sócio-naturais (unnaturaldisasters); (ii) na sua produção atuam fatores sócio-históricos; e(iii) seus efeitos se distribuem de forma desigual entre as populações. Neste contexto, a questão principal que se impõe está associada à capacidade de prevenção de desastres e os meios de que dispõem as sociedades para fazê-lo, considerando as enormes diferenças entre países ou as desigualdades presentes em uma mesma sociedade. Algumas perguntas instigantes norteiam esta a proposição deste volume de Ambiente & Sociedade. Quais têm sido as práticas prevalecentes na prevenção de desastres? Existem melhores práticas para prevenção de desastres? É possível promover uma postura precaucionaria mediante os riscos?
A edição deste volume de Ambiente & Sociedade, a ser publicado em dezembro de 2014, é de responsabilidade do editor da revista Pedro Roberto Jacobi, com a colaboração fundamental dos professores e especialistas no tema, Prof.Antonio Aledo Tur, vinculado ao Instituto Universitario de Investigaciones Turísticas da Universidade de Alicante (Espanha), e Prof. Jeroen Warner, vinculado ao Disasters Studies Group, da Universidade de Wageningen (Holanda). Serão aceitas as contribuições em português, espanhol e inglês, de autoria de pesquisadores que poderão ter enfoque conceitual e/ou empírico. Ressalte-se que todo artigo aprovado em português e espanhol será publicado em inglês, sendo os custos de tradução de responsabilidade do autor e/ou autores.

O prazo para o envio dos artigos, seguindo o formato indicado nas orientações aos autores no site da revista Ambiente e Sociedade é 30/5/2014, pelo site:  http://submission.scielo.br/index.php/asoc/about/submissions#onlineSubmissions

Para maiores informações sobre a Revista e os volumes anteriores, acesse: http://submission.scielo.br/index.php/asoc/index