Você está aqui

Como construir políticas públicas de educação ambiental para sociedades sustentáveis?

Como construir políticas públicas de educação ambiental para sociedades sustentáveis? Esta é a pergunta que dá nome ao livro publicado pela Oca – Laboratório de Educação e Política Ambiental – ESALQ/USP e que animou os debates ocorridos durante o seu evento de lançamento, realizado com apoio do Sesc e da Superintendência de Gestão Ambiental da USP no último dia 6 de agosto, em Piracicaba.

Autores reunidos no evento de lançamento ocorrido no Sesc Piracicaba

Na ocasião, foi lançada também a ANPPEA – Articulação Nacional de Políticas Públicas de Educação Ambiental. O evento teve a participação de 120 pessoas de diversos municípios do estado de São Paulo, bem como de estados de todas as regiões do país. Ele contou ainda com a presença da Coordenação Geral de Educação Ambiental do Ministério da Educação (MEC), do Departamento de Educação Ambiental do Ministério do Meio Ambiente (MMA), da Coordenação de Educação Ambiental da Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo (SMA), da Superintendência de Gestão Ambiental da USP, do Fundo Brasileiro de Educação Ambiental (FunBEA), do Centro de Ciência do Sistema Terrestre (CCST) do INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), representantes de prefeituras, Instituições de Educação Superior e organizações sociais diversas do Brasil.

Gestores de educação ambiental do MEC, MMA e governo de São Paulo participam do lançamento do livro e da ANPPEA

Gestores de educação ambiental do MEC, MMA e governo de São Paulo participam do lançamento do livro e da ANPPEA

Além dos debates no auditório, aconteceram rodas de conversa as autoras e os autores dos vários artigos que compõem o livro. Neles, as pessoas interessadas puderam conversar mais profundamente sobre as inquietações e propostas trazidas pela obra.

Rodas de conversa com as autoras e autores do livro

Leia a sinopse da obra:

O campo das políticas públicas é essencial para a busca da sustentabilidade socioambiental local e planetária e merece atenção minuciosa não apenas de acadêmicos, mas também dos governantes e de toda a sociedade, para que juntos possam formular e executar ações que atendam às necessidades, expectativas e interesses da diversidade de atores de cada território.

Este livro destina-se a apresentar e problematizar ações educadoras comprometidas com a sustentabilidade socioambiental em distintos territórios e instituições que busquem estratégias para conectá-las a partir da perspectiva de construção de políticas públicas estruturantes de educação ambiental.

Como podem as políticas públicas pautar e serem pautadas pela organização comunitária? Como podem estimular e apoiar a construção de cidadania ativa e autônoma? Cidadania organizada em Círculos de Cultura, como dizia Paulo Freire, ou Comunidades Interpretativas e de Aprendizagem, como diz o Programa Nacional de EA (ProNEA) ou, ainda, como Círculos de Aprendizagem Participativa, como expressa o Centro de Saberes e Cuidados Socioambientais da Bacia do Prata?

O objetivo deste livro é ser mais uma contribuição para esses questionamentos e para a busca de respostas, individuais e coletivas.

O livro está sendo distribuído gratuitamente em formato eletrônico e pode ser acessado e baixado aqui ou aqui.

 

Fonte: https://ocaesalq.wordpress.com/