Você está aqui

Comunidades Tradicionais e cultura ecológica/ Gestão de Unidades de Conservação

A Publicação eletrônica OLAM- Ciência e Tecnologia é semestral e tem perfil multi e interdisciplinar.

A edição da revista OLAM (ISSN 1982-7784), V. 13, N. 2 (2013) sobre os temas “COMUNIDADES TRADICIONAIS E CULTURA ECOLÓGICA/ GESTÃO DE UNIDADES DE CONSERVAÇÃO” já se encontra online, com acesso público e gratuito, bastando o leitor fazer seu cadastro para acessar os artigos em:

http://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/olam/index

Esta edição é um trabalho conjunto da Unesp com a Universidade Federal de Goiânia, por meio dos Professores Doutores Eguimar Chaveiro e Dra. Maria Geralda de Almeida, do Instituto de Estudos Sócio-Ambientais – IESA.A revista é uma publicação eletrônica semestral. Trata-se de uma produção independente que expressa o esforço dos diversos profissionais envolvidos: editores e outros colaboradores.

‘Os trabalhos publicados nas edições temáticas da OLAM visam atender diferentes profissionais diante de vários contextos multi e interdisciplinares dos estudos e pesquisas ambientais, contribuindo para a difusão e intercâmbio de conhecimentos teóricos ou aplicados, bem como para a formação de redes’, informa Solange T. de Lima Guimarães, professora do Instituto de Geociências e Ciências Exatas da Unesp, Câmpus de Rio Claro e integrante da comissão editorial da revista OLAM.

O foco é a publicação de artigos inéditos de caráter técnico e científico envolvendo os seguintes eixos temáticos: Engenharias, Arquitetura & Projetos; Direito Ambiental & Urbanístico; Direitos Humanos; Qualidade Ambiental, Qualidade de Vida & Saúde Ambiental; Desenvolvimento de Comunidades; Economia Ambiental; Educação Ambiental; Psicologia Social e Ambiental; Percepção, Interpretação e Valoração do Meio Ambiente; Ecologia de Paisagens Naturais e Construídas; e Conservação, Preservação e Valoração do Meio Ambiente.

Até o ano de 2007 suas edições foram no formato de padrão eletrônico em CD-rom, sendo então indexada sob o registro ISSN 1519-8693, desde agosto de 2001. No ano de 2007 foi publicada tanto em formato eletrônico CD-rom [ISSN 1519-8693] como na Web [eISSN 1982-7784], no sistema SEER.

A publicação adota a filosofia de ‘acesso aberto’, permitindo o acesso gratuito e irrestrito aos seus conteúdos. Também adota a política de auto-arquivamento através da submissão on line dos originais pelo(s) próprio(s) autor(es) dos trabalhos. A partir de 2008 todas as submissões dos originais passaram a ser postadas no sistema SEER, portanto, não são mais recebidos materiais pelo correio.

SUMÁRIO

ARTIGOS/AUTORES CONVIDADOS:

MÚLTIPLOS SENTIDOS DO TURISMO EM TERRA INDÍGENA E QUILOMBOLA: NEGOCIAÇÃO TERRITORIAL DOS POVOS KARAJÁ, DE ARUANÃ-GO E KALUNGA NO SITIO HISTÓRICO PATRIMÔNIO CULTURAL-GO
Eguimar Felicio Chaveiro, Maria Geralda de Almeida

COMIDA DE ONTEM, COMIDA DE HOJE. O QUE MUDOU NA ALIMENTAÇÃO DAS COMUNIDADES TRADICIONAIS SERTANEJAS?
Sônia Souza Mendonça Menezes

PAISAGENS E LUGARES RIBERINHOS – Conflitos e Identidade no Baixo Curso do rio de Ondas – Barreiras – Bahia
Evanildo Santos Cardoso

ÁREAS PROTEGIDAS E (CULTURA ECOLÓGICA?): “RESERVA PARTICULAR DO PATRIMÔNIO NATURAL” E “TERRA INDÍGENA” NA COMPLEXA GESTÃO
Isis Maria Cunha Lustosa

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO AMBIENTAL, JURÍDICA E ADMINISTRATIVA PARA O PLANO DE ORDENAMENTO TERRITORIAL DA FAIXA LITORÂNEA NA REPUBLICA DO PANAMÁ
Jaime Alberto Rivera Solís, Ana Tereza Caceres Cortez

CULTURA ECOLÓGICA, COMUNIDADES TRADICIONAIS NA ILHA DO BANANAL E O PARQUE NACIONAL DO ARAGUAIA – TOCANTINS
Marcileia Oliveira Bispo

ARTIGOS_SB:

SISTEMAS DE UNIDADES DE CONSERVAÇÃO: ESTUDO COMPARATIVO ENTRE OS PRECEITOS DAINTERNATIONAL UNION FOR CONSERVATION OF NATURE (IUCN) E AS REALIDADES BRASILEIRA E NORTE-AMERICANA
Dyala Assef Sehli, Letícia Peret Antunes Hardt, Willian Carlos Siqueira Lima, Carlos Hardt

CARACTERIZAÇÃO SOCIOCULTURAL DE COMUNIDADES TRADICIONAIS CAIPIRAS: UM ESTUDO DE CASO NA BACIA DO RIO JUQUIÁ-GUAÇU, SÃO PAULO – BRASIL
Cristina de Marco Santiago, Antonio Orlando da Luz Freire Neto

DESAFIOS DA CONSERVAÇÃO DA AGROBIODIVERSIDADE: UM ESTUDO DE CASO NO PARQUE ESTADUAL DA SERRA DO MAR – NÚCLEO PICINGUABA, SP
Fabio Frattini Marchetti, Maria Christina de Mello Amorozo

O ESTADO DA ARTE DA LEGISLAÇÃO APLICAVEL ÀS POPULAÇÕES TRADICIONAIS: O CASO DA UNIDADE DE CONSERVAÇÃO JUREIA-ITATINS
Flávia Lordello Piedade, Silvia Maria Guerra Molina

COMUNIDADES E UNIDADES DE CONSERVAÇÃO: A REALIDADE DOS CONFLITOS EM COMUNIDADES DO ENTORNO DOS PARQUES ESTADUAIS DO RIO PRETO E BIRIBIRI, MINAS GERAIS
Marcelino Santos de Morais, Bernardo Machado Gontijo, Danielle Piuzana Mucida, Patrícia Crisóstomo Dupin

AÇÕES, DISCURSOS E CONFLITOS NO TERRITÓRIO: O CASO DOS CAIÇARAS DA JUREIA
Carmen Silvia Andriolli, Ana Alves De Francesco, Augusto de Arruda Postigo, Rodrigo Ribeiro de Castro

DILEMAS E DESAFIOS DA GESTÃO TERRITORIAL DA RPPN DO CAJU, NO LITORAL DE ITAPORANGA D’AJUDA, SERGIPE
Claudio Roberto Braghini, José Wellington Carvalho Vilar

COBERTURA VEGETAL DO PARQUE ESTADUAL “ENCONTRO DAS ÁGUAS”, MUNICÍPIOS DE POCONÉ E BARÃO DE MELGAÇO, MATO GROSSO – BRASIL.
Sebastiao Gabriel Chaves Maia

RECURSOS NATURAIS DA CAATINGA UTILIZADOS NOS RITUAIS DO POVO INDÍGENA PANKARARU (PERNAMBUCO/BRASIL)
Antonio Carlos Barros, Andrea Quirino Steiner

POPULAÇÃO DENTRO DE UNIDADES DE CONSERVAÇÃO FEDERAIS NO ESTADO DO AMAZONAS, BRASIL.
Ricardo de Sampaio Dagnino, Maria do Carmo Dias Bueno, Álvaro de Oliveira D’Antona, Heloísa Corrêa Pereira