Você está aqui

Revista de Gestão Ambiental e Sustentabilidade - GeAS

A Revista de Gestão Ambiental e Sustentabilidade - GeAS publicou seu mais novo número, v. 4, n. 1 (2015): Janeiro - Abril, no começo de junho. Leia a carta aos leitores sobre a edição.

Carta aos leitores:

É com satisfação que publicamos a primeira edição do ano de 2015 da Revista de Gestão Ambiental e Sustentabilidade – Revista GeAS. Esta Revista consolida-se a cada edição como um importante meio para divulgação e discussão de trabalhos científicos que contribuem com o avanço das pesquisas na área de Gestão Ambiental e Sustentabilidade.

Com o intuito de elevar o nível de qualidade da publicação científica da revista, em 2015, o prof. Dr. Mauro Silva Ruiz passou a integrar a equipe editorial como editor adjunto.

Esta edição da Revista GeAS apresenta um conjunto de dez artigos selecionados por meio da avaliação por pares em sistema blind review, de autores de diversos estados brasileiros: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Paraíba, Ceará e Pará; denotando assim o amplo alcance nacional deste periódico.

O primeiro artigo intitulado “Comportamentos ambientalmente responsáveis e sua relação com a educação ambiental”, dos autores Adriano Monteiro da Silva, Fernanda Rosalina da Silva Meireles, Sílvia Maria Dias Pedro Rebouças e Mônica Cavalcanti Sá de Abreu, apresenta como objetivo examinar a relação existente entre os comportamentos ecológicos de alunos e servidores do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) com a percepção da educação ambiental.

O segundo trabalho “Educação ambiental na convivência com o semiárido”, dos autores Ruth Gonçalves Duarte, Adriana Teixeira Bastos, Francisco Correia de Oliveira e Andrelina Pimentel Sena, analisa como as ações de educação ambiental desenvolvidas pela Secretaria de Educação do Estado do Ceará (SEDUC) incluem a especificidade do contexto do semiárido no estado.

O artigo “Limitações na responsabilidade socioambiental no agronegócio do oeste baiano”, dos autores Joana Roberta Neiva de Souza Ramos, Florisvalda da Silva Santos e Prudente Pereira de Almeida Neto, analisa as limitações de atuação responsável das associações do segmento de agronegócio do oeste da Bahia frente às problemáticas que afetam a região em suas dimensões social, ambiental e econômica.

Na sequência, o artigo “Sustentabilidade ambiental: estudo em uma instituição de ensino superior pública catarinense”, dos autores Stephanie Kalynka Rocha e Elisete Dahmer Pfitscher, Fernando Nitz de Carvalho, analisou a sustentabilidade ambiental de um centro universitário do estado de Santa Catarina tendo em perspectiva propor um modelo de gestão 5W2H para critérios deficitários de sustentabilidade.

O trabalho “Produto sustentável: equipamento de proteção individual fabricado com plástico verde”, dos autores Hamilton Aparecido Boa Vista, Mário Roberto dos Santos e Fábio Ytoshi Shibao, analisou a fabricação pela Braskem de equipamentos de proteção individual (EPI) a partir de biopolímeros do etanol da cana-de-açúcar, conhecido como polipropileno verde.

No sexto artigo “Avaliação de desempenho nas empresas de saneamento básico: construção de um portfólio bibliográfico relevante ao tema”, dos autores Micheli Amaral Soares, Leonardo Ensslin, Rogério Tadeu de Oliveita Lacerda e Carlos Rogério Montenegro de Lima, o objetivo consistiu em realizar, por meio de um processo estruturado, a seleção de um referencial teórico com reconhecimento científico sobre um fragmento do tema avaliação de desempenho nas empresas de saneamento básico e destacar seus parâmetros mais importantes.

No estudo “Responsabilidade social e ambiental e desenvolvimento local sustentável: o caso do Projeto de Educação Ambiental e Patrimonial – PEAP”, os autores Eugênia Rosa Cabral, Alessandra Livia Lima dos Santos e Sérgio Castro Gomes, analisaram as ações de responsabilidade social expressas no PEAP implementadas nas comunidades Boa Vista e Moura, localizadas no município de Oriximiná, no Pará.

O oitavo artigo intitulado “Iniciativas e práticas ambientais das pequenas e médias empresas do Vale do Caí – RS”, dos autores Alex Eckert, Secundino Luis Henrique Corcini Neto e Daiane Scopel Boff, teve como propósito analisar as iniciativas e práticas ambientais, envolvendo a geração e a destinação dos resíduos poluentes e a redução no consumo de energia, adotadas por um grupo de empresas estabelecidas no Vale do Caí, no estado do Rio Grande do Sul.

O artigo intitulado “Mudanças do código florestal: uma análise institucional da percepção de produtores agrícolas de um município do Paraná”, dos autores Adriana Casavechia Fragalli, Luciana Klein, Luiz Panhoca e Paulo Mello Garcias, verificou a opinião dos agricultores acerca das mudanças nesse relevante diploma legal ambiental brasileiro principalmente com relação a áreas de preservação permanente e reserva legal.

Finalmente, o último artigo desta edição “A sustentabilidade urbana sob a ótica da construção civil: um estudo nas empresas construtoras de Campina Grande - PB”, dos autores Arlan Teodódio Macêdo e Maria de Fatima Martins, analisou os aspectos da sustentabilidade urbana na perspectiva das empresas construtoras em Campina Grande-PB, com vistas a propor um conjunto de indicadores de sustentabilidade urbana para o setor da construção civil.

Assim, a primeira edição da Revista GeAS de 2015 abrange uma gama de temas relevantes e atuais de pesquisa empírica e aplicada sobre gestão ambiental e sustentabilidade como percepção e comportamento ambientais, práticas ambientais, desenvolvimento local sustentável, educação ambiental, responsabilidade socioambiental, dentre outros. Os artigos apresentam resultados aplicáveis a organizações privadas, instituições públicas e outros contextos em distintas regiões do Brasil, que são de amplo interesse a professores, pesquisadores, gestores e sociedade em geral.

Adicionalmente, a Revista GeAS foi aprovada para indexação nas seguintes bases: ERIH PLUSE-RevistasDialnet.

E por fim, aprovado na Proquest (em fase de indexação).

Agradecemos a contribuição e dedicação de todos os profissionais envolvidos na elaboração dessa edição, com destaque para os avaliadores, os membros do Conselho Editorial e do Comitê Científico, os revisores normativos e os assistentes editoriais e, também, aos autores que escolheram a Revista GeAS como o canal cientifico de divulgação das suas pesquisas.

 

Naveguem pelo sumário da Revista e acesse na íntegra, clicando na imagem abaixo:

Capa da revista

Ótima leitura a todos!