Você está aqui

Água

Ciclo de Seminários sobre a água

Assista aos vídeos do Ciclo de Seminários:

O I Seminário “Cadê a água?”, apresentado dia 22 de maio, pode ser visto através do link: http://www.diplomatique.org.br/multimidia.php?id=48

O II Seminário “Que água é essa?”, apresentada no dia 25 de maio, pode ser vista através do link: http://www.diplomatique.org.br/multimidia.php?id=49

O III Seminário sobre “Água pra quê? Água para quem?’, apresentada dia 05 de junho, pode ser assistida através do link: http://www.diplomatique.org.br/multimidia.php?id=50

Amazônia: a Antiga e Atual Fronteira Hidrelétrica do Brasil

O Instituto de Energia e Ambiente – IEE/USP em conjunto com o Grupo de Pesquisa em Meio Ambiente e Sociedade do IEA/USP e o Grupo de Pesquisa em Planejamento e Gestão Ambiental – PLANGEA/EACH/USP convidam para o Seminário:

A dívida de Belo Monte

O Instituto Socioambiental (ISA) reuniu em documento inédito o Placar Geral do cumprimento das condicionantes socioambientais para a emissão da Licença de Operação da UHE Belo Monte. Um infográfico mostrando o status das 54 condicionantes da obra e as principais inadimplências nas áreas de saúde, saneamento básico, indenizações, desmatamento e direitos indígenas.

Água para governar, água para se eleger

Água para governar, água para se eleger: políticas de saneamento e de desenvolvimento urbano em Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil (1955-1965)

“Water to Govern, Water to be Elected: Sanitation and Urban Development Policies in Belo Horizonte, Minas Gerais, Brazil (1955-1965)”

Água, Tecnologia e Desenvolvimento: o Caso do Programa Água Doce no Semiárido Paraibano

Artigo escrito por Andrea Carla de Azevêdo, Cidoval Morais de Sousa, Rebeca Casemiro, Robert Motta para a edição especial “V Simpósio de Tecnologia e Sociedade” da Revista Tecnologia e Sociedade do Programa de Pós-Graduação em Tecnologia da UTFPR, sobre políticas públicas, desenvolvimento regional, produção tecnocientífica e Programa Água Doce.

GIRH como ferramenta para adaptação à Mudanças Climáticas

GIRH como Ferramenta para Adaptação às Mudanças Climáticas
 

Tags: 

Debate sobre Estresse hídrico na Região Metropolitana de São Paulo

O Seminário Verão 2013/14 e Cenários de Estresse Hídrico que ocorreu no dia 19 de março de 2014 visou a discutir a situação atual de baixos níveis nos reservatórios das represas que abastecem a Região Metropolitana de São Paulo e as perspectivas de futuro a partir dos aspectos que relacionam esta situação de estresse hídrico com as dimensões institucional, de governança da água e seus desdobramentos no plano socioambiental e da segurança alimentar.

mesa redonda “Transparência e acesso à informação na gestão dos recursos hídricos”

Conheça um pouco mais sobre o trabalho da Artigo 19 com agricultores em regiões de Pernambuco, com uma série de oficinas para discutir a relação entre o acesso à informação e a garantia de acesso à água de qualidade: http://chovendo.artigo19.org/

Gestão Integrada de Recursos Hídricos e Mudanças Climáticas

Mudanças climáticas associadas à Gestão Integrada de Recursos Hídricos (GIRH) incorporam a avaliação das vulnerabilidades e impactos das mudanças climáticas, assim como as estratégias de adaptação, como emergências, preparação, prevenção e medidas de mitigação para lidar com inundações e secas.

Páginas

Subscrever RSS - Água