Você está aqui

Ciência e Conhecimento

Revista Ambiente & Sociedade: vol. 18.4

Revista Ambiente & Sociedade lançou seu mais novo volume 18.4, correspondente aos meses de julho-setembro/2015. Confira os os artigos desta edição:

Editorial

Pesquisa em Educação Ambiental

Pesquisa em Educação Ambiental trata-se de um periódico semestral e inter institucional, envolvendo pesquisadores de três instituições universitárias do Estado de São Paulo, quais sejam: a Universidade Federal de S.Carlos - UFSCar (Programas de Pós-Graduação em Ecologia e Recursos Naturais e Pós-Graduação em Educação), a Universidade Estadual Paulista – Rio Claro - UNESP (Grupode Pesquisa “A temática ambiental e o processo educativo” do Programa de Pós-Graduação em Educação do Instituto de Biociências) e a Universidade de São Paulo

Lançamento do livro "Temas atuais em Mudanças Climáticas: para os Ensinos Fundamental e Médio"

O livro "Temas atuais em Mudanças Climáticas: para os Ensinos Fundamental e Médio" será lançado nessa segunda-feira, dia 23/11/2015. O lançamento pretende discutir as relações entre mudanças climáticas e o desenvolvimento de práticas educativas, bem como, a difusão científica de modo a favorecer um diálogo mais próximo com a sociedade em torno dessas questões de interesse geral. No evento, autores dialogarão com o público sobre os temas abordados e sobre os propósitos e expectativas do livro.

Revista AMBIENS

Revista Ambiens es una publicación científica semestral y virtual de la Alianza de Redes Iberoamericanas de Universidades por la Sustentabilidad y el Ambiente (ARIUSA), a cargo de una de sus redes operativas que tiene la misma denominación.

Meio Ambiente e Dimensão Histórica: Perspectivas de Abordagens

Ao final do século XX e início do XXI, o meio ambiente alcançou destaque na produção historiográfica brasileira; a história ambiental se estruturou como linha de reflexão e pesquisa e contribuiu para que o debate sobre as questões ambientais se tornasse mais complexo. O objetivo do encontro é apresentar e problematizar o trabalho de historiadores que investigam o meio ambiente em múltiplas e diferentes abordagens, e contribuir para que a interlocução com outras áreas do conhecimento se amplie.

El Paradigma de la Modernidad y sus Impactos Socioambientales

Cómo la modernidad se ha pervertido en sus principios y se ha terminado por organizarse en torno a la idea "incuestionada" de crecimiento ilimitado? Este crecimiento genera una acumulación constante de bienes materiales pero es cada vez socialmente más excluyente. Ha generado tres consecuencias: crisis ambiental, desigualdad socioeconómica y también, por eso es un paradigma, ha moldeado nuestra forma de ver el mundo incluyendo la científica.

Páginas

Subscrever RSS - Ciência e Conhecimento