Você está aqui

Home

Comunidades Tradicionais e cultura ecológica/ Gestão de Unidades de Conservação

A Publicação eletrônica OLAM- Ciência e Tecnologia é semestral e tem perfil multi e interdisciplinar.

A edição da revista OLAM (ISSN 1982-7784), V. 13, N. 2 (2013) sobre os temas “COMUNIDADES TRADICIONAIS E CULTURA ECOLÓGICA/ GESTÃO DE UNIDADES DE CONSERVAÇÃO” já se encontra online, com acesso público e gratuito, bastando o leitor fazer seu cadastro para acessar os artigos em:

Fundo Amazônia: Uma Experiência de Cooperação Internacional e Gestão Brasileira

O Fundo Amazônia (FA), constituído em 2008, é gerido pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e tem por objetivo captar doações para investimentos não reembolsáveis em ações de prevenção, monitoramento, combate ao desmatamento, promoção da conservação e do uso sustentável das florestas no Bioma Amazônia.

Fotos antes e depois do tufão na Filipinas

Imagens de satélite capturaram imagens das Filipinas antes e depois do tufão Haiyan (conhecido como Yolanda no país). Cidades, casas e vidas foram destruídas.

Estas imagens do Google e do Digital Globe mostram as consequências do tufão. Pode haver ainda mais danos, já que algumas áreas estão cobertas por nuvens.

 

Tags: 

A pesquisa-ação na interface da saúde, educação e ambiente: princípios, desafios e experiências interdisciplinares

Diante da gravidade, complexidade e aumento das incertezas relacionadas aos inúmeros problemas socioambientais e de saúde da atualidade, a pesquisa-ação, por seu caráter participativo, dialógico e interdisciplinar, revela-se cada vez mais eficaz nessa busca por novas estratégias e formas de cooperação, não apenas para melhor compreender esses dilemas, mas, da mesma maneira, enfrentá-los.

Tags: 

Mudança climática e adaptação no Brasil: uma análise crítica

Regiões semiáridas são consideradas altamente suscetíveis aos impactos adversos da mudança climática. Nesse contexto, o governo federal começou a implementar uma série de medidas para reduzir a vulnerabilidade de grupos menos preparados, como a agricultura familiar, para lidar com futuras mudanças.

PESQUISA-AÇÃO E EDUCAÇÃO: Compartilhando princípios na construção de conhecimentos e no fortalecimento comunitário

RESUMO: O presente trabalho objetiva promover uma reflexão sobre a metodologia da pesquisa-ação quanto aos seus princípios, aplicação e contribuições para a área educacional. Caracterizada pelo envolvimento de grupos sociais no processo de tomada de decisões, a pesquisa-ação, assim como outras metodologias participativas, surge diante da insatisfação para com métodos clássicos de pesquisa. Remete ainda à necessidade de promover maior articulação entre a teoria e a prática na produção do conhecimento e solução de problemas.

APRENDIZAGEM SOCIAL: Diálogos e Ferramentas Participativas: Aprender Juntos Para Cuidar da Água

A publicação deste Manual é parte do projeto “Diagnóstico socioambiental, aprendizagem social e modelos multi-agentes na definição de políticas públicas para a gestão integrada dos recursos hídricos e uso e ocupação do solo”, que tem como foco a articulação entre as instâncias de gestão territorial e de gestão de recursos hídricos, no sentido de administrar, facilitar e integrar as ações necessárias a um planejamento socioeconômico, territorial e ambiental de forma participativa

Sobre SOCIOLOGIA AMBIENTAL

Prof Antonio Aledo Tur, da Universidad de Alicante, Espanha, tem extensa bibliografia sobre Sociologia Ambiental e as questões que envolvem as problemáticas ambientais contemporâneas.

Páginas

Subscrever RSS - Home