Você está aqui

Políticas Ambientais

mesa redonda “Transparência e acesso à informação na gestão dos recursos hídricos”

Conheça um pouco mais sobre o trabalho da Artigo 19 com agricultores em regiões de Pernambuco, com uma série de oficinas para discutir a relação entre o acesso à informação e a garantia de acesso à água de qualidade: http://chovendo.artigo19.org/

Gestão Integrada de Recursos Hídricos e Mudanças Climáticas

Mudanças climáticas associadas à Gestão Integrada de Recursos Hídricos (GIRH) incorporam a avaliação das vulnerabilidades e impactos das mudanças climáticas, assim como as estratégias de adaptação, como emergências, preparação, prevenção e medidas de mitigação para lidar com inundações e secas.

E-book Resíduos Sólidos e Políticas Públicas: Dilálogos entre Universidade, Poder Público e Empresa

Nos dias 29 e 30 de agosto de 2013, foi realizado no Complexo das Comissões Técnicas da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará, em Fortaleza, o “I Simpósio de Resíduos Sólidos e Políticas Públicas: Diálogos entre Universidade, Poder Público e Empresa”, com o objetivo de proporcionar um debate crítico e reflexivo sobre os instrumentos da Política Nacional de Resíduos Sólidos de modo a contribuir para a elaboração de políticas públicas estaduais e locais.

Fundo Amazônia: Uma Experiência de Cooperação Internacional e Gestão Brasileira

O Fundo Amazônia (FA), constituído em 2008, é gerido pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e tem por objetivo captar doações para investimentos não reembolsáveis em ações de prevenção, monitoramento, combate ao desmatamento, promoção da conservação e do uso sustentável das florestas no Bioma Amazônia.

Conceptos básicos de gestión ambiental y desarrollo sustentable (GLOSSÁRIO)

Hace algunos años, por razones de mi trabajo como editor-impresor y mi interés en los temas ambientales cursé los Diplomados en “Manifestaciones de Impacto Ambiental” (1995-1996) e “Instrumentos de Política Ambiental y Recursos Naturales”(1996-1997) de la Universidad Autónoma Metropolitana, sin embargo, mi
desconocimiento de la terminología hizo un poco más difícil el aprovechamiento de conocimientos. Aunque más de 60% del alumnado de esos diplomados eran biólogos, el resto provenía de diversas carreras: arquitectura, leyes, ingeniería, física y matemáticas; platicando con algunos de mis compañeros llegué a la conclusión de que hacía falta un prontuario de términos y conceptos relacionados con dichos temas para quienes no teníamos los conocimientos de biólogo.

Pegada hídrica: inovação, co-responsabilização e os desafios de sua aplicação

Este livro do Prof Pedro R. Jacobi e da pesquisadora Vanessa Empinotti trata da mudança na estratégia da gestão da água. Essa mudança promove o surgimento de novas questões que redefinem como a água e seu uso são entendidos pelos vários agentes sociais, assim como os possíveis impactos sobre os arranjos institucionais e fluxos de poder que se alteram como resposta da sua apropriação e entendimento

Sobre SOCIOLOGIA AMBIENTAL

Prof Antonio Aledo Tur, da Universidad de Alicante, Espanha, tem extensa bibliografia sobre Sociologia Ambiental e as questões que envolvem as problemáticas ambientais contemporâneas.

Atlas Socioambiental de Embu

Em resposta ao compromisso firmado em 2005, na construção da Agenda 21 Escolar de Embu das Artes, em parceria com a sociedade civil organizada e a rede pública de ensino, a Prefeitura da Estância Turística de Embu, por meio de sua Secretaria de Meio Ambiente, oferece à população o Atlas Socioambiental de Embu.

Potência de agir e Educação Ambiental: aproximações a partir de uma análise da experiência do Coletivo Educador Ambiental de Campinas

Esta pesquisa busca trazer subsídios para a construção teórico-metológica da Educação Ambiental a partir da aproximação do pensamento de Espinosa, em especial o conceito de potência de agir do filósofo, da experiência educativa deflagrada pelo Coletivo Educador Ambiental de Campinas (COEDUCA)/SP/Brasil, que se pautou pela Política Pública de Coletivos Educadores do Departamento de Educação Ambiental do Ministério do Meio Ambiente brasileiro (DEA/MMA)

O DIÁLOGO EM PROCESSOS DE POLÍTICAS PÚBLICAS DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO BRASIL

Políticas públicas de educação ambiental no Brasil estimulam o envolvimento de educadores em processos de políticas públicas mediados pelo diálogo. Isso demanda o desvelamento do conceito de diálogo, objetivo deste trabalho. Os resultados do levantamento bibliográfi co estabelecem a relação entre o diálogo, as políticas públicas de educação ambiental e seus pressupostos epistemológicos, trazem a fundamentação fi losófi ca e abordam a teoria operacional para o diálogo.

Páginas

Subscrever RSS - Políticas Ambientais